terça-feira, 8 de março de 2016

Pilates na gestação e no pós-parto

Pilates na gestação e no pós-parto É fato que hoje em dia as mulheres cultivam cada vez mais o hábito de vida saudável, buscando isso, inclusive, durante a gravidez de forma um pouco adaptada. Os exercícios que são mais indicados para mulheres nessa situação são os de braços, pernas e alongamentos, evitando as posições que podem causar desequilíbrio e risco de queda.

As vantagens? São inúmeras:

  • O Pilates ajuda na respiração, o que alivia a sensação de cansaço que as grávidas sentem constantemente;
  • Por reforçar a musculatura do abdome, ele ajuda no equilíbrio;
  • Melhora a circulação sanguínea, o que previne os inchaços
  • Fortalece os braços e as pernas, que é fundamental para aguentar o ganho de peso;
  • Ajuda a relaxar;
  • Melhora a qualidade de vida;
  • Auxilia na hora do parto.


É preciso lembrar que, por mais que traga inúmeros benefícios, o Pilates é um exercício físico, então é importante que as grávidas, antes de tudo, procurem a “benção” de seu ginecologista. A partir do momento em que ele autoriza, é importante buscar profissionais qualificados, para evitar problemas para a gravidez, para a mãe e para a criança.

Mas e agora, fiz Pilates na gestação, deu tudo certo e meu bebê nasceu. Posso continuar? CLARO!
O Pilates é indicado, também, no trabalho pós-parto. Mas por quê? Ele facilita o retorno mais rápido do abdômen e diminui a flacidez da pele. Além de:

  • Contribuir na reabilitação da musculatura abdominal e do assoalho pélvico, o que previne futuras incontinências, ideal para mulheres que tiveram parto normal;
  • Acelerar a recuperação;
  • Prevenir/Amenizar a dor lombar, uma dor tão incômoda nessa fase;
  • Proporcionar bem-estar;
  • Atenuar qualquer consequência que venha do parto.


É importante frisar que é necessário, novamente, que o médico libere para o retorno das atividades físicas.

Outro cuidado importante que as novas mamães devem tomar é: controlar a alimentação, evitando alimentos gordurosos e industrializados, refrigerantes e alimentos com conservantes e corantes. Além de fazer bem à saúde, ajudam a evitar as cólicas nos bebês.

É importante, também, que a mãe alimente sempre seu filho. Muita gente não sabe, mas amamentar de três em três horas gera uma perda de 500 calorias ao dia, ou seja, 2 horas de caminhada na esteira. Além disso, devido à liberação de hormônio, amamentar faz com que a barriga perca aquele aspecto que as mulheres odeiam no pós-parto. Resumindo: unindo o Pilates a certos cuidados, serão só benefícios!